Rupture Disk
O primeiro fabricante de disco de ruptura, líder por mais de 80 anos no mercado de dispositivos de alívio de pressão.
Disco de Ruptura Reverso GCR-S™

Disco de Ruptura Reverso GCR-S™

Disco de Ruptura Reverso GCR-S™

A conexão padronizada de saída GR-CTM oferece instalação fácil e rápida para os discos de ruptura reversos modelo GCR-STM nas conexões de entrada padrão da indústria sanitária. O projeto exclusivo da junta de ajuda a eliminar a instalação invertida do disco de ruptura.

Desenho inovador que emprega a tecnologia SAFTM (Structural Apex Forming) oferece uma grande faixa de pressões de ruptura para aplicações sanitárias e assépticas para as indústrias farmacêuticas, de biotecnologia e de processamento de alimentos.

Características e Vantagens

  • Disco atende aplicações para serviços com líquido ou gás.
  • Disco tipo “falha segura”, Relação Segura de Dano ≤ 1.
  • Baixas e altas pressões de ruptura.
  • Ideal para aplicações CIP/SIP*
  • Instalado com juntas sanitárias/ assépticas integrais.
  • Acabamento superficial típico de 8 a 16 micro-inch.
  • Mínimo espaço morto entre fluido de processo e disco.
  • Recomendado para Pressões de Operação de até 90% da Pressão de Ruptura de Plaqueta** ou 95% da mínima pressão de ruptura especificada (EN 4126-2).
  • Projetado para não fragmentar.
  • Faixa de fabricação padrão de 0%. Faixas opcionais de -5% e -10%.
  • Resiste ao vácuo total em todas as pressões de ruptura.
  • Sensor de Alerta de Ruptura modelo SAS™ com sensor de vazamento opcional.
  • Opção de sensor de ruptura montado no próprio disco (sensor integrado).
  • Patentes internacionais pendentes

*Clean/Steam in Place
**Para pressões de ruptura de até 40 psig (2.76 barg), a máxima pressão de operação recomendada é 90% da pressão de ruptura de plaqueta menos 2 psig (0.138 barg) de tolerância.

Especificações do Disco GCR-STM
Pressões de Ruptura Mínimas e Máximas a 22oC (72oF )/ Psig (BAR)

Conexão Sanitária

Pressão de Ruptura

Altura Total
(com a conexão
 da saída)

OD
(conexão sanitária)

Dimensão Nominal do Disco

Pressão Ruptura Mínima

Pressão Ruptura Máxima

(A)

(B)

in mm psi bar psi bar in
mm
in
mm
1.5 40 10 0.69 300 20.7 1.62 41 1.98 50.3
2 50 10 0.69 300 20.7 1.62 41 2.52 64
3 80 10  0.69 175  12.1 1.81 46 3.58 90.9
4 100 10  0.69 75  5.2 1.81 46 4.68 118.9

Outras pressões de ruptura podem ser disponibilizadas. Consulte a BS&B Safety Systems.

Projeto

Os discos reversos da família GCR-STM foram projetados com um vinco circular localizado no perímetro da calota do disco. Quando atingida a pressão de ruptura, a calota do disco se reverte abrindo o disco ao longo da linha vincada. O disco GCR-STM utiliza a tecnologia SAFTM que permite que pressões de ruptura significativamente baixas sejam atingidas com excelentes características de abertura do disco. Uma dobradiça para absorção integral de energia montada na face de saída do disco permite que o disco trabalhe com gases ou líquidos com condições diferenciadas de fluxo. A dobradiça foi projetada para que ela interaja com o diâmetro de passagem do alojamento de saída a fim de reter a calota do disco quando da sua reversão, evitando assim a fragmentação do disco.

Sensor de Alerta Sanitário SAS™

O Sensor de Alerta Sanitário é usado entra conexões sanitárias/ assépticas padrão para oferecer um alerta da atuação de um disco de ruptura. A detecção de vazamento também está disponível, consulte a BS&B para mais detalhes.

Sensores

Os discos GCR-S™ e GCR-SM™ também são disponíveis com sensores de ruptura integrados para prover alerta da atuação do disco de ruptura. Neste caso, especifique o modelo GCR-SS™ e GCR-SMS™.

Faixa de Fabricação   

A faixa de fabricação padrão para o disco GCR-STM é 0%. A pressão de ruptura especificada pelo usuário será a gravada na plaqueta de identificação do disco. Faixas de fabricação opcionais de -5% e -10% podem ser especificadas caso as condições de operação permitirem. A faixa de fabricação é sempre aplicada “para baixo” da pressão de ruptura especificada.

Exemplo:
Pressão de Ruptura Especificada: 100 psig (6.89 bar).
Faixa de Fabricação Definida: -10%.
Portanto, a pressão de ruptura a ser estampada na plaqueta do disco será um valor entre 90 psig (6.21 bar) e 100 psig (6.89 bar).

Faixa de Fabricação é uma faixa de pressão na qual a pressão de ruptura deve estar contida para ser aceitável como requisito específico previamente acordado entre o usuário (ou seu representante) e o fabricante do disco de ruptura.

Tolerância de Ruptura

Pressão de Ruptura Estampada

Tolerância de Ruptura

≤40 psig (2.76 bar)

± 2 psig (0.14 bar)

> 40 psig (2.76 bar)

± 5%

Alternativamente, o disco GCR-STM pode ter gravado em sua plaqueta os valores mínimos e máximos de pressão de ruptura. Neste caso, os valores dos testes dos discos do lote (fabricação), deverão estar dentro dos limites (mínimo e máximo) estabelecidos (conforme norma pendente CEN).

Desempenho em Fluxo

Os Discos Reversos GCR-S™ foram especificamente desenvolvidos para oferecer condições diferenciadas de fluxo em todo o range de pressões de ruptura para aplicações com líquidos e gases. O vinco circular no perímetro da calota somado à dobradiça não restritiva (montada na face de saída do disco) asseguram excelentes condições de abertura de alívio.

O fator de resistência de fluxo KR pode ser usado para determinar a capacidade de alívio de um sistema conforme o Código ASME e CEN (pendente). Valores individuais de Kr foram estabelecidos para a aplicação do disco com gases e líquidos. É fornecida a Área Mínima Livre de Alívio (Minimum Net Flow Area - MNFA) para cada disco para auxiliar nos dimensionamentos segundo o Código ASME. É fornecida a Área Livre de Alívio (Net Relief Area – NRA) para auxiliar nos dimensionamentos segundo as Normas Européias e Normas Internacionais.

Juntas

O disco GCR-S™ é fornecido com juntas aprovadas pelo FDA (Food and Drug Administration) em Silicone, Viton® (branco ou preto), EPDM (branco ou preto) e Aço inoxidável e revestimento de mistura de PTFE que asseguram a instalação correta e estanque com a conexão GR-C™ ou com os alojamentos modelos FM-C™ /FT-C™.

Faixa de Temperatura de Uso das Juntas

Material

Temperatura de Serviço

Mínima

Máxima 

Silicone -67oF (-55oC) 450oF (232oC)
Viton® -40oF (-40oC) 400oF (204oC)
EPDM -67oF (-55oC) 300oF (149oC)
Stainless Steel and PTFE blend
-20oF (-29oC) 450oF (232oC)

Materiais

O disco, como padrão, está disponível nos materiais AISI 316 SS e AISI 316L. Outros materiais estão disponíveis sob consulta.

Revestimentos

Como opcional, os revestimentos aplicados na face de entrada do disco estão disponíveis em todas as dimensões de disco. O FEP ou PFA são os materiais normalmente usados.

Faixa de Temperatura FEP -40 oF to 400 oF (-40 oC to 204 oC)
PFA -40 oF to 500 oF (-40 oC to 260 oC)

  

Dimensão

Pressão Mínima de Ruptura para Discos Revestidos   a 72 oF (220 oC)
in mm psi bar
1.5 40 36 2.48
2 50 36 2.48
3 80 16 1.10
4 100 12 0.83

Tecnologia SAF™: Relação Segura de Dano ≤ 1

A Tecnologia SAF™ (Structural Apex Forming), a cavidade central presente na calota dos discos GCR-S, combinada com a exclusive dobradiça de absorção de energia asseguram que o disco danificado se romperá com pressão menor ou igual a estampada em plaqueta.

Valores de KR, MNFA e NRA

Dimensão do Disco 1 1/2" 40 mm 2" 50 mm 3" 80 mm 4" 100 mm
KR 1.95 1.25 1.95 1.95
*MNFA in2 1.5 2.7 5.29 9.78
**NRA cm2 9.67 17.4 34.1 63.09

*Utilize MNFA (in2) quando o dimensionamento seguir padrões do Código ASME, parágrafo UG-127(a)(2)(a)
**Utilize NRA, Net Relief Area, (cm2) quando o dimensionamento seguir os padrões das normas européias.

Os valores de KR apresentado são para aplicação com gases. Os discos GCR-STM foram testados quanto ao desempenho com gás e líquido. Consulte a BS&B para obter os valores de Kr para líquidos. A marcação CE dos discos de ruptura é oferecida como validação complementar para as Normas Européias.

Modelos de Disco GCR-S™

Os discos GCR-STM e GCR-SSTM, com juntas aprovadas pelo FDA de configuração exclusiva são instalados entre conexões de entrada padrão e conexões de saída BS&B tipo GR-CTM que asseguram a correta direção do disco e instalação estanque.

Os discos GCR-SMTM e GCR-SMSTM possuem juntas com configuração simétrica nos dois lados e montam entre conexões padrão Tri-Clamp® ou equivalentes.

O disco GCR-SETM é instalado no alojamento BS&B modelo FM-CTM. O alojamento de entrada FM-CTM é soldado na parede do vaso e permite que o disco de ruptura seja instalado alinhado com a face interna do vaso. O espaço entre o fluido de processo e o disco é minimizado. Condições similares de instalação são obtidas com os discos GCR-NTM e GCR-NSTM (com sensor integrado) quando instalados com conexões NA-Connect®® ou equivalentes.

O disco GCR-SWTM é um conjunto de conexões soldadas. O disco é soldado entre conexões sanitárias padrão.

Instalação

As conexões de saída GR-C™ e o arranjo alojamentos FM-C™ e FT-C™ asseguram a montagem do disco na direção correta e uma instalação estanque. A BS&B recomenda a montagem do conjunto do disco de ruptura GCR-S™ e seus respectivos alojamentos com o uso da braçadeira Tri-Clamp® 13 MHHS (ou equivalente) com porca sextavada para o controle do torque de fechamento da montagem. 

Os discos do grupo GCR-S™, utilizando a tecnologia SAF™, exibem uma sensibilidade mínima quanto à força de fechamento do disco causada pela variação da temperatura de serviço. Entretanto, uma força adequada de fechamento deve ser mantida para preservar a estanqueidade da montagem.

Produtos, especificações e todos os dados deste catálogo estão sujeitos a alterações sem prévio aviso. Questões relacionadas à seleção de produtos e a especificações para aplicações específicas devem ser encaminhadas para a BS&B Safety Systems.

Todo fornecimento está sujeito às Condições Gerais de vendas da BS&B Safety Systems

Viton® é marca registrada da DuPont Dow Elastomers LLC.
Tri-Clamp® é marca registrada da Tri Clover Inc.
NA-Connect® é marca registrada da NovAseptic Equipment AB