Rupture Disk
O primeiro fabricante de disco de ruptura, líder por mais de 80 anos no mercado de dispositivos de alívio de pressão.
BPRV™ Válvulas Tipo Pino de Dobramento

Válvulas Tipo Pino de Dobramento BPRV™

A tecnologia de pino de dobramento (controle de flambagem) consiste em uma ferramenta precisa e confiável de calibração de dispositivos de alívio de pressão. A BS&B desenvolveu a válvula de alívio modelo BPRV™ proteção de sobrepressão e vácuo com sistema externo de rearme simples e rápido. A válvula BPRV é aplicável em fluido líquido e gasoso e provê abertura plena na pressão de ajuste determinada.

  • Instalação simples
  • Capacidade máxima de alívio
  • Sistema externo de rearme
  • Pressão de ajuste não é afetada por pressão pulsativa ou cíclica
  • Pressões de ajuste padrão de até 275 psig (19 barg)
  • Pressão de ajuste da válvula não é afetada pela posição da válvula
  • Pino de dobramento é totalmente protegido por um robusto invólucro

Faixa de Ajuste de Pressão—A tecnologia de pino de dobramento é utilizada para o alívio de sobrepressão ou vácuo em pressões de poucos milímetros de coluna de água a pressões superiores a 1000psig.

Dimensões Disponíveis—As válvulas estão disponíveis para a instalação entre todos os flanges padronizados internacionalmente.

Temperatura—Devido ao mecanismo de dobramento do pino estar localizado em um invólucro externo, a pressão de ajuste da válvula não é afetada pela temperatura de processo. Somente a temperatura ambiente deve ser levada em consideração.

Faixa de Operação—Possível operar a válvula com pressão de operação de 90% da pressão de ajuste.

Aplicação—Aplicável com fluidos líquidos ou gasosos. A seleção do material do selo da válvula deve ser feito com base no fluido de processo.

Vácuo—As válvulas podem ser fornecidas para suportar vácuo. Estilo invertido de BPRV pode ser aplicado para alívio em vácuo.

Condições Cíclicas de Pressão—Precisão e confiabilidade são preservadas em aplicações com condições cíclicas de pressão.

Estanqueidade—Na medida em que a pressão se eleva, o selo é atuado progressivamente de forma a manter a estanqueidade. O selo oferece resistência mínima a abertura da válvula permitindo assim baixas pressões de abertura e tolerâncias bastante fechadas.

Especificações

Patente Norte Americana número 6,367,498. Outras patentes internacionais estão requisitadas.

Válvula de Alívio por Pino de Dobramento (do inglês, Buckling Pin Relief Valve, BPRV™) oferece rearme externo rápido e simples sem a remoção da válvula da tubulação.

A válvula de Alívio por Pino de Dobramento (BPRV™) melhora a produtividade reduzindo significativamente o tempo de parada que seria causado caso fosse empregado outro dispositivo de alívio de pressão não rearmável.

A válvula BPRV é um dispositivo de alívio de pressão que oferece rearme externo rápido e simples sem a remoção da válvula da tubulação. Este dispositivo não rearmável oferece uma tecnologia prática para a proteção de aplicações que contenham uma ou mais das condições abaixo relacionadas:

Processo Contínuo (reset rápido da linha)

  • Aplicações Perigosas (limitam a exposição do operador)
  • Grandes Diâmetros de Tubulação (reset fácil da linha) 
  • Localizações Inacessíveis (reset externo da linha)
  • Operação Freqüente (reset rápido da linha)

Projeto

(Patente Norte Americana número 6,367,498. Outras patentes internacionais estão requisitadas.)

O projeto da válvula BPRV™ está baseado no conceito de uma válvula com a borboleta posicionada sobre um eixo excêntrico. A excentricidade do eixo resulta em um momento rotacional quando uma pressão diferencial é aplicada na borboleta da válvula. Um Pino de Dobramento montado externamente ao processo resiste a este momento rotacional. O Pino de Dobramento é calibrado para uma carga de flambagem que coincide com a força resultante do torque do eixo a uma pressão diferencial pré-determinada, fazendo com que a BPRV atue a uma pressão de alívio precisa.

A tecnologia de Pino de Dobramento oferece uma maneira confiável de calibração do dispositivo de alívio de pressão. Quando uma carga axial é aplicada em um pino cilíndrico reto, este colapsará (flambará) a uma carga específica segundo a Lei de Euler. Pinos de Dobramento que são fabricados do mesmo material e que tenham a mesma configuração entrarão em colapso (flambarão) com uma carga previsível e repetitiva.

Três Componentes Primários da Válvula BPRV

1-Disco: O disco normalmente retém o fluxo e rotaciona 90º em resposta a condições de sobrepressão ou de vácuo que causem o dobramento do pino. O disco é construído de materiais metálicos e tem cavidades internas. Isto maximiza o fluxo através da válvula BPRV, assegura a estabilidade do disco durante a condição normal de uso e no momento de abertura da válvula (veja a fotografia da capa do catálogo).

2-Corpo:  O corpo da válvula aloja e mantém o plug em sua posição através de terminais de eixos montados sobre rolamentos, que permitem livre rotação ao plug, devidamente vedados junto ao corpo da válvula. O corpo da válvula é uma peça única fabricada sem soldas ou quaisquer outros processos que possam gerar pontos de descontinuidade ou vazamento.

3-Invólucro Externo e Mecanismo:  É através do Invólucro Externo e Mecanismo que é controlada a pressão de ajuste da BPRV. O mecanismo é projetado para resistir ao momento rotacional do disco nas condições normais de operação. Quando a pressão de ajuste é atingida, o mecanismo libera o disco, após o dobramento do pino, promovendo a abertura da válvula. O mecanismo é montado em um invólucro de aço inoxidável que tem em sua porta uma junta de vedação que permite o seu uso em condições ambientais severas.

Três Controles da Calibração da Pressão de Ajuste

1-O Deslocamento do Eixo da BPRV. 

Um grande deslocamento do eixo causará um alto momento rotacional enquanto que um pequeno deslocamento do eixo causará um menor momento rotacional. Para válvulas BPRV fornecidas para flanges de classe de pressão ANSI 150/ DIN PN10 o deslocamento padrão do eixo não excederá 1" (25mm) mesmo para instalações de grandes diâmetros.

2-Carga de Dobramento do Pino. 

É diretamente proporcional ao diâmetro do pino elevado à quarta potência, ao modulo de elasticidade do material do pino e inversamente proporcional ao comprimento do pino. O diâmetro do pino é usado de maneira decisiva para o ajuste da pressão de abertura da válvula e o comprimento é usado para o ajuste fino.

3-Sistema de alavanca existente no mecanismo

Este elemento do mecanismo permite o ajuste da válvula BPRV em uma grande faixa de pressões empregando pinos com diâmetros e comprimentos com pequenas variações e deslocamento de eixo praticamente padronizado. Isto permite que o mecanismo seja compacto e que a instalação e substituição do pino sejam simples procedimentos executáveis por um único operador sem a necessidade de ferramentas especiais.  Nota:  A válvula BPRV é calibrada antes do embarque com pressão de ajuste e tolerância conforme especificado pelo usuário.

Dimensões e Faixas de Pressão

A válvula BPRV está disponível em uma faixa padrão de dimensões e pressões de ajuste desenvolvidas para atender as aplicações compatíveis com as especificações dos flanges ANSI 150, DIN PN10 e outras especificações similares de flanges conforme ilustrado na Tabela 1.

Somado a estas especificações normalizadas, a válvula BPRV pode atender uma larga faixa de requisitos especiais que incluem:

Altas Pressões de Ajuste: Acima de 2000 psi (138 Bar) para válvula de Ø6" (150mm) instalada entre flanges ANSI classe 900 libras.

Baixas Pressões de Ajuste: 20" de coluna de água (50 mBar) para válvula de Ø24" (600mm).

Consulte a BS&B para a sua aplicação especial.

Tabela 1-Faixas de Pressão de Ajuste: Padrão

Dimensão Pressão de Ajuste
 Mínimo Máximo
in mm psig barg psig barg
1" 25 40 2.76 275 18.96
1 1/2" 40 10 0.69 275 18.96
2"   50 5 0.34 720 49.64
3"- 6" 80-150 5 0.34 275 18.96
8" - 16" 200-400 3 0.21 275 18.96
18" - 24"  450-600 1 0.07 150 10.34
26" - 36" 650-900 1 0.07 125 8.62
38" - 60"  950-1500 1 0.07 100 6.89

Certificação da Pressão de Ajuste e Tolerância

Em conformidade com as normas internacionais, a válvula BPRV é certificada na pressão especificada do cliente. Esta certificação é o resultado da realização de testes da válvula BPRV com Pinos de Dobramento montados a fim de confirmar o valor de ajuste da válvula e tolerâncias com o valor especificado. A válvula BPRV é certificada com um valor único de pressão e tolerância conforme ilustrado na tabela 2. Para pressões de ajuste entre 20 psi (1.38 Bar) and 40 psi (2.76 Bar), a válvula BPRV oferece uma opção de  ±5% de tolerância de pressão de ruptura que é superior à oferecida pelos outros dispositivos de alívio de pressão não rearmáveis.

Quando certificada conforme as Normas Norte Americanas (ASME), a válvula tem gravada em sua plaqueta de identificação a pressão de ajuste solicitada pelo cliente (Tabela 1). Quando certificada conforme as Normas Europeias (PED), a válvula tem gravada em sua plaqueta de identificação a pressão de ajuste solicitada pelo cliente e as tolerâncias conforme a Tabela 2. Alternativamente a certificação europeia permite a marcação da válvula com os valores de pressão de ajuste máximo e mínimo (calculados com base na Tabela 2).

Tabela 2 – Tolerância de Pressão de Ajuste

Pressão Tolerância
Acima de 40psi (2.76 Bar)
Padrão ±5%
De 1-40 psi (0.07-2.76 Bar)
Padrão ±2 psi (0.14 Bar)
Acima de 20 psi (1.38 Bar
±5% sob consulta

Relação de Pressão de Operação

A tecnologia de Pino de Dobramento oferece resistência extraordinária em condições de pressão de operação. A válvula BPRV pode operar com até 95% da mínima pressão de ajuste. Isto se chama Relação de Pressão de Operação. Existe a possibilidade de se aumentar esta relação através da realização de testes especiais.

Nota:  Lembre-se que diferente das válvulas com pressão de ajuste gravada com valores de mínimo e máximo, as válvulas BPRV com pressão de ajuste nominal gravada na plaqueta da válvula é necessário subtrair da pressão de ajuste o valor negativo da tolerância de abertura da válvula.

Condições Cíclicas de Pressão

Dispositivos de Pino de Dobramento respondem bem a condições cíclicas de pressão. Operando a compressão, os pinos de dobramento não estão sujeitos à falha por tensões de fadiga. A válvula BPRV pode ser exposta a milhares de ciclos da sua pressão máxima de operação.

Materiais de Construção da Válvula

O usuário pode especificar o material dos três componentes mais importantes de válvula BPRV. Os materiais padrão seguem:

Corpo de Válvula.  Material padrão é aço carbono e aço inoxidável. Materiais alternativos incluem Hastelloy®* C-276, Monel®*, Alloy 20, e outros materiais que podem ser obtidos do corte de placas ou de forjamento (dependendo do tamanho da válvula a ser fabricada).

Disco da Válvula. O material padrão é aço inoxidável. O disco é o elemento que afere à válvula a superfície de vedação, portanto deve-se assegurar uma superfície resistente. Materiais alternativos são os mesmos aplicáveis ao corpo da válvula.

Invólucro.  O material padrão é aço inoxidável com juntas de vedação de Viton. Materiais alternativos podem ser especificados.

Selos

O selo primário da válvula é montado no corpo da válvula BPRV, posicionado por um anel retentor. Este selo se acopla à superfície curva do disco e tem um perfil que afere um excelente acoplamento tanto na face da entrada quanto na de saída do disco.

No lado da saída do disco , existem duas ligações de eixos que seguram o disco livremente dentro do corpo . Estes também estão equipados com vedações de fluoropolímero padrão . A rotação livre do disco em torno do veio é assegurada pela utilização de buchas ou rolamentos ( dependendo do tamanho e da pressão definida ) instalado com um selo de fluoropolímero em ambos os lados . Os vedantes de eixo não estão em contacto processo do lado da entrada , quando o BPRV está na posição fechada . ( Vedações do eixo alternativos estão disponíveis mediante solicitação) .

Instalação

A BPRV foi projetada para instalação entre flanges e “alinhada” com a tubulação de processo. O corpo da válvula tem a mesma dimensão do externo do flange de processo e os prisioneiros para a montagem passam através corpo da válvula. Algumas especificações de flanges têm o padrão de furação compacto que interferem com os mancais da válvula. Nestes casos o corpo da válvula terá furos roscados nas duas faces para a montagem da válvula BPRV nos flanges de processo.

A tubulação de processo pode estar posicionada horizontal, vertical ou obliquamente. A válvula BPRV pode ser fornecida com ajuste de abertura certificado para qualquer orientação de tubulação. O usuário deve definir a configuração da instalação da válvula no momento do pedido de compra de forma que os testes e calibração sejam feitos corretamente.

O corpo da válvula pode ser fornecido com alças de içamento para facilitar sua movimentação durante o procedimento de instalação entre os flanges de processo.

Rearme em Campo

Quando a válvula BPRV tiver atuado e o seu rearme se fizer necessário, este procedimento poder ser realizado com válvula instalada na tubulação ou no processo. O invólucro deve ser aberto, o Pino de Dobramento (dobrado) removido, o disco rotacionado para a posição de fechamento da válvula, um Pino de Dobramento novo instalado e a válvula estará rearmada. Este procedimento pode ser feito em poucos minutos e pode ser feita por um único operador mesmo nas válvulas BPRV de maiores dimensões.

Temperatura

Os materiais empregados na construção da válvula BPRV permitem que a válvula seja operada em uma grande faixa de temperatura. Duas temperaturas devem ser levadas em consideração com relação ao uso da válvula:

1. Compatibilidade da temperatura de serviço com os materiais do selo da válvula.

2.Temperatura do Pino de Dobramento coincidente com o da temperatura no momento de atuação da válvula.

O material padrão dos selos da válvula é o fluoropolymer, podendo operam com temperaturas entre -40ºC (-40ºF) e 260ºC (+400ºF). Durante o processo de alívio, a válvula pode ser exposta a temperaturas baixas como as criogênicas. O selo de fluoropolymer recupera sua condição de operação original quando a válvula retorna a temperatura na faixa recomendada.

Como o Pino de Dobramento está instalado dentro do invólucro, a temperatura de processo não atinge o pino de dobramento. Geralmente o Pino de Dobramento estará exposto à temperatura ambiente fazendo com que a certificação do pino a 22ºC (72ºF) seja apropriada.

Variações de temperatura causam mínimas alterações no desempenho do Pino de Dobramento, - 1% para faixas de temperatura entre -40°C (-40°F) a 93°C (200°F). Condições de temperatura ambiente devem ser analisadas juntamente com a BS&B Safety Systems.

Construção do Mecanismo e Invólucro

Três mecanismos padrão são empregados para atender os requisitos de torque das válvulas BPRV nas dimensões de 1” (25mm) a 60” (1500mm). Em todos os casos os mecanismos são montados em uma placa sólida de aço inoxidável a fim de assegurar a rigidez. O mecanismo pode ser montado dentro de um invólucro ou pode ter o invólucro parafusado na placa do mecanismo (vide a foto do mecanismo M4200). O mecanismo M600 opera com aplicações de baixo torque, tipicamente com válvulas BPRV de 1” a 6” (25 mm-150 mm). O mecanismo M4200 opera com torques de válvulas BPRV de 4” (100 mm) de pressões mais elevadas até válvulas de 24” (600 mm) de baixas pressões. O mecanismo M1600 feito projetado para atender solicitações de torque muito elevadas como os das válvulas BPRV de 24”-60 (600mm a 1500mm). O mecanismo M600, empregado em válvulas BPRV de pequenos diâmetros, está disponível em invólucro de fibra de vidro (econômico e de baixo peso).

A tampa de fechamento do mecanismo dispõe de alças de fechamento que permitem ao usuário a utilização de dispositivo de fechamento (cadeado, por exemplo). Fechadura rotativa “ativa” o selo de elastômero montado na porta do invólucro.

Todos os componentes do mecanismo são de aço inoxidável ou possuem camadas protetoras (itens de aço de elevada resistência). Esta combinação evita o travamento de partes móveis através do uso de materiais similares e provê excelente resistência a corrosão. O mecanismo é totalmente vedado dentro do invólucro quando a porta está fechada.

Funcionamento do Mecanismo

O mecanismo da BPRV utiliza uma alavanca principal para equilibrar a força de entrada gerada pelo disco da válvula com a aquela que atua no Pino de Dobramento. Quando a força de entrada (multiplicada pelo comprimento da alavanca até o ponto de apoio) exceder a capacidade de carga do Pino de Dobramento (multiplicada pelo comprimento até o ponto de apoio) o pino entrará em colapso e se dobrará fazendo com que a válvula BPRV se abra.

A força de entrada é derivada do torque gerado pela pressão que atua na face de entrada da válvula. Esta carga atua no lado de entrada da alavanca. Quando o Pino de Dobramento atua, a alavanca fica livre para se movimentar permitindo que o eixo (solidário ao plug da válvula) esteja livre para rotacionar 90º atingindo a posição totalmente aberta. Em quase todas as pressões de ajuste a válvula BPRV travará na posição aberta a fim de assegurar a maior área de passagem da válvula. O posicionamento do ponto de apoio da alavanca é criteriosamente definido durante o processo de calibração da válvula. Este parâmetro é utilizado para o ajuste fino da pressão de abertura da válvula BPRV. O ponto de apoio da alavanca é definido pela fábrica e lacrado para sua preservação.

Válvulas BPRV Customizadas/Ativação por Comando

A válvula BPRV pode ser ativada pelo usuário em duas diferentes configurações:

BPRV-CAE

Sabendo-se que a válvula BPRV sempre perceberá uma pressão diferencial positiva, um atuador (solenóide ou pistão pneumático, por exemplo) instalado adjacente ao pino fazendo com que ele se dobre e atue a válvula. Esta manobra liberará o mecanismo da válvula BPRV e permitirá que o disco rotacione livremente.

Conhecido como CAE (do inglês “command activated enclosure” - invólucro ativado por comando), permite que a válvula seja usada como dispositivo de alívio e como válvula de abertura rápida.

BPRV-CAS

Se a atuação por comando for desejada para uma aplicação onde uma pressão diferencial positiva não puder ser garantida, um atuador comandado poderá ser montado no eixo de atuação da válvula BPRV. Quando as condições de operação requerem que a válvula seja aberta por meio de um atuador, o atuador será acionado e atuará sobre o pino de dobramento levando em consideração ainda qualquer contrapressão resistente no eixo da válvula.

Conhecido como CAS (do inglês “command activated shaft”- eixo ativado por comando), permite que a válvula seja usada como dispositivo de alívio e como válvula de abertura rápida.

As válvulas BPRV-CAE e BPRV-CAS são opções de projetos customizados que podem ser atendidos por esta versátil tecnologia de alívio de pressão. A BS&B Safety Systems está à disposição para oportunidades de desenvolvimento de soluções para aplicações exclusivas.

Informações Necessárias para Compra de Válvula BPRV

Geral

  •   Número do TAG
  •   Diâmetro da Tubulação
  •   Especificação do Flange

Condições de Operação

  •   Pressão de Ajuste e Tolerância
  •   Temperatura de Ajuste (Condições do Pino)

Condições de Serviço

  •   Fluido
  •   Vapor/Gás: Peso Molecular
  •   Líquido: Gravidade Específica
  •   Capacidade de Fluxo Requerida (se conhecida)
  •   Pressão Normal de Serviço
  •   Condições de Vácuo
  •   Condições de Contra Pressão
  •   Temperatura Normal de Serviço (Processo)
  •   Temperatura de Fluxo (Processo)
  •   Pressão de Serviço Estática ou Pulsativa

Materiais

  •   Disco da Válvula
  •   Corpo da Válvula
  •   Selo
  •   Invólucro

Instalação/ Sentido de Fluxo

  •  Vertical, Horizontal, Oblíquo (especifique o ângulo em relação à horizontal)

Acessórios

  •   Sensor — Visual/Elétrico
  •   Requisitos Elétricos do Sensor
  •   Pino de Dobramento ou Cartucho de Pino de Dobramento
  •   Quantidade de Pinos/ Cartuchos

Nota: Quando a válvula BPRV abre, o disco pode ultrapassar a espessura do corpo. Quando da instalação ou da retirada da válvula do processo assegure que a válvula esteja na posição fechada a fim de evitar danos ao disco e ao mecanismo. Por favor, consulte a BS&B quando a válvula BPRV for instalada em uma junção “T” ou outro padrão de tubulação que apresente um padrão não usual de fluxo.

Qualidade Assegurada

Toda BPRV é totalmente testada antes do embarque. Inspeção de pré-embarque

pode ser divida em:

  • Inspeção Dimensional
  • Verificação de Estanqueidade
  • Calibração do Pino de Dobramento e Teste da Pressão de Ajuste

Antes da BPRV ser montada, todos os componentes são verificados dimensionalmente com relação aos pontos críticos. Depois da montagem, o desempenho do selo é verificado. A norma ANSI B16.104 é tipicamente seguida quanto aos requisitos de vedação estabelecidos para os dispositivos de Classe IV. Muitas válvulas BPRV são fornecidas para atender classes mais restritas como a V e VI que requerem condição estanque.

Todos os Pinos de Dobramento fornecidos são fabricados partindo-se de um mesmo lote de matéria-prima para cada lote produzido. A pressão de ajuste da BPRV é estabelecida através de ensaios destrutivos dos Pinos de Dobramento. Uma vez que a configuração apropriada do pino é encontrada para a pressão de ajuste requerida, o lote de pinos é fabricado dentro de tolerâncias dimensionais restritas. A equipe da Qualidade Assegurada da BS&B testemunha os testes de pressão de ajuste para fins de certificação. Todos os lotes de Pino de Dobramento são identificados com número de lote rastreável, pressão de ajuste e número de série da válvula BPRV para o qual ele foi calibrado. Cartuchos de Pino de Dobramento SAF-T-PIN™ são recomendados para um melhor controle e rastreabilidade.

Uma vez totalmente calibrada e certificada, lacres são montados nas posições estratégicas que seguem:

  • Junção do Corpo da Válvula com o Invólucro
  • Ponto de apoio da alavanca principal com a base do invólucro
  • Junção do sensor com o eixo (quando fornecido)

Normas e Códigos

Diversas Normas internacionais reconhecem os dispositivos de Pino de Dobramento e oferecem diretrizes para a sua certificação. Isto inclui o ASME, na forma do caso 2091, o TUV AD Merkblatt A1 e o European Pressure Equipment Directive (PED). A válvula BPRV pode ser fornecida para atender todas as normas.

Manutenção

Se desejado, o Pino de Dobramento pode ser removido e a válvula BPRV ser testada rotacionado o disco até a posição de abertura acionando-se o mecanismo. Não deverá haver pressão na válvula.  O Pino de Dobramento pode ser reinstalado.

Ocasionalmente a substituição do selo do disco pode ser necessária. Isto pode ser feito de maneira rápida e simples. O selo do disco é posicionado por um anel metálico montado na face de entrada da válvula. Este anel metálico é facilmente removido do corpo da válvula utilizando ferramentas simples. Depois de inspecionada a área de assentamento do selo e removidos toda a sujeira e depósitos, o selo de reposição é instalado e o anel metálico recolocado em sua posição. A substituição do selo não requer a desmontagem do corpo da válvula ou do seu mecanismo. A BS&B recomenda a compra de um selo reserva para cada válvula instalada.

Teste no Local

Uma vez que a BPRV pode ser entendida como válvula de alívio, muitos usuários planejam a manutenção programada para assegurar que a pressão de ajuste não foi afetada após a colocação da válvula em uso. O procedimento normal para o teste de diversos tipos de válvula de alívio consiste em remover a válvula instalada e enviá-la para uma oficina de manutenção para testes de abertura e recertificação. A vantagem da válvula BPRV é que a válvula pode ser testada in loco. O eixo da válvula possui uma extremidade sextavada dentro do invólucro. O usuário pode manter a válvula instalada entre os flanges de processo e conectar um torquímetro à ponta sextavada. Tudo que o usuário precisa fazer é aplicar torque à extremidade do eixo até que a válvula abra. A BS&B Safety Systems pode fornecer uma faixa de torque que quando aplicado à extremidade do eixo da válvula fará com que o Pino de Dobramento atue e a válvula se abra. Uma vez que o valor de torque registrado no torquímetro estiver dentro da faixa informada pela BS&B, o usuário saberá que a pressão de ajuste da válvula não foi afetada e que o dispositivo então está re-testado. Isto permite aos usuários aferir a válvula sem ter que retirá-la do processo, em um tempo de até 15 minutos.

O teste in loco reduz significativamente os custos de manutenção quando comparado ao procedimento utilizados nas válvulas de segurança, com uma redução substancial do tempo e mão-de-obra aplicados no processo de revalidação da válvula.

O Cartucho Tipo Fusível Opcional de Pino de Dobramento SAF-T-PIN™

A válvula BPRV pode ser fornecida com cartucho de pino de dobramento que são instalados de maneira idêntica a fusíveis elétricos. Os cartuchos de Pino de Dobramento SAF-T-PIN™ permitem a troca rápida dos Pinos de Dobramento através da remoção e colocação dentro do invólucro. Cada Cartucho SAF-T-PIN™ contém um Pino de Dobramento calibrado que é perfeitamente montado para o máximo desempenho.

Os cartuchos SAF-T-PIN permitem a instalação no mecanismo da válvula somente em uma única posição, assegurando a condição de instalação tipo falha segura.

O cartucho transparente permite a inspeção visual do Pino de Dobramento e as extremidades em aço inoxidável são gravadas com todos os dados de pressão e de rastreabilidade incluindo o número de série da válvula BPRV. O cartucho SAF-T-PIN evita a necessidade de procedimentos especiais de instalação e qualquer preocupação com o manuseio dos Pinos de Dobramento. Patentes internacionais estão pendentes.

Opção de Sensor/ Indicador

Sinais visual e elétrico para confirmar a posição da válvula BPRV podem ser disponibilizados. Montado na extremidade do eixo, o sensor constitui-se de um invólucro selado (conforme NEMA IV) que possui indicador visual “aberto” (vermelho) ou “fechado” (verde). O indicador visual é acionado pelo movimento do eixo da válvula de maneira sincronizada. Contatos elétricos, compatíveis com as especificações do usuário, podem ser adicionados ao invólucro para aferir um sinal elétrico remoto ou alarme quando da atuação da válvula BPRV. Estas indicações podem ser fornecidas para atender requisitos intrinsecamente seguros.

Compatibilidade com o SmartDisk™

A válvula BPRV pode ser fornecida com sensor de tecnologia sem fio SmartDisk™ que permite que um sinal elétrico seja gerado em uma estação remota distante centenas de metros da válvula BPRV sem o custo da fiação convencional. Por favor, veja o catálogo 77-1016 para mais informações.